www.srtupan.com.br

Duchy Originals
Notícias Blogs

25 Setembro 2013

Porque dedicar um dia a ela: A Majestade Àrvore

A mera presença delas desperta uma paz e um sossego na alma humana. Esse é um segredo que explica por que – desde os tempos mais remotos – em todos os cantos do mundo, os sábios e místicos têm usado florestas como locais de refúgio e de inspiração. Há uma relação natural e instintiva entre a árvore e o homem. Até os seus modos de respirar se completam. Aquele que medita pode aprender com as árvores uma sábia e serena imobilidade. Na antiga Índia, conta à lenda que Gautama Buda alcançou a iluminação ao pé de uma grande árvore chamada Bodhi, símbolo da sabedoria universal. Sentou-se ali em um entardecer, foi saudado amorosamente pelos seres da floresta, e travou sua batalha final. No momento da aurora, venceu definitivamente a ilusão e a ignorância. Ora, as árvores estão entre os habitantes mais sábios e evoluídos de todo o reino vegetal. Há inúmeros relatos de que elas são capazes, à sua maneira, não só de receber os nossos sentimentos de amizade, mas também de responder a eles. Nossa pobre inteligência humana só tem a ganhar quando percebemos a inteligência das árvores. O conteúdo das lições que elas nos trazem, porém, depende da nossa capacidade de deixar de lado as coisas pequenas, que pensamos que conhecemos, e de abrir-nos para a magia da vida. Nesta 7ª edição do Dia de Plantar Esperança em alusão ao dia da árvore, a coordenadora do Projeto Respira Tupã, Julieta Dal Castel Lopes agradece todas as entidades envolvidas, Sindicato Rural, Projeto Pescar, Brigada Militar- Patram, Associação Amigos do Rio Jaguary, Secretaria Municipal de Educação, SMMA, EMATER, Escola Cleuza Barcellos, Escola Joaquin Nabuco, Escola Felix da Cunha Santa Tecla, Rotarys, Rotaract, Interact, pela participação. Devido ao mau tempo, algumas oficinas não puderam ocorer. O evento contou com a presença de aproximadamente 300 crianças, acompanhadas de suas mestras que entendendo o propósito desta ação se deslocaram até o parque de exposições onde mais uma vez plantamos a semente de um Mundo melhor para todos. Nesta 7ª Edição houve nove oficinas sendo elas: Projeto Respira Tupã - Comissão das Produtoras Rurais: Oficina 1: Local Bosque: Escolha de uma árvore por turma e adornar a mesma. EMATER: Oficina 2: Local Jardim de Plantas Medicinais - Reconhecimento de Plantas medicinais. Projeto Pescar: Oficina 3: Local: Cerca de divisa com a Rua. Plantio de sementes de girassol. Oficina 4: Local Cercado de desfile: Banda de sucata. Oficina 5: Local Galpão dos Tropeiros: Separação de resíduos recicláveis. Secretaria Municipal de Meio Ambiente SMMA: Oficina 6: Local Casa da Prefeitura: Programa Reciclim. Escola Felix da Cunha Santa Tecla: Oficina 8: Local Pavilhão 1: Agricultura com sustentabilidade. Escola Joaquim Nabuco: Oficina 9: Reconhecimento dos resíduos bem como seus nomes em: Português, inglês e espanhol com suas respectivas cores. Brigada Militar - Patrulha Ambiental Rural: Oficina 9: Animais empalhados e uma palestra sobre “Educação Ambiental”.

“Projeto Respira Tupã que há 7 anos busca desenvolver ações visando a efetiva Educação Ambiental”.

Esta notícia possui arquivos para download: