www.srtupan.com.br

Duchy Originals
Notícias Blogs

03 Dezembro 2014

6ª Expedição - Um olhar sobre o Rio Jaguari

6ª Expedição - Um olhar sobre o Rio Jaguardi

A conclusão de um sonho, trabalho e longas caminhadas.

 

 

O projeto Respira Tupã juntamente com seus parceiros: SENAR; Sindicato Rural de Tupanciretã, Jarí e Quevedos; AARJ (Associação Amigos do Rio Jaguari); Rotary; SMMA (Meio Ambiente) e SME (Educação) da Prefeitura de Tupanciretã; Prefeitura Municipal de Jari; Voz do Jarí, Jornal O Semanário, Projeto

Pescar e Produtores Rurais, sentem-se realizados com a conclusão da expedição “Um Olhar sobre o Rio Jaguari”, que em seis etapas, percorreu suas margens desde as nascentes mais altas, em São Bernardo até a Hidroelétrica Furnas do Segredo, que está instalada na divisa de Jarí com Jaguari.

Foram sonhos, planejamentos, trabalho e longas caminhadas com apoio dos moradores. Fomos muito bem recebidos por onde passamos, obtendo as mais diversas e importantes informações  e registrando o que foi possível sobre a fauna e flora do entorno bem como da vida do Rio Jaguari, que majestosamente segue o seu curso sofrendo enchentes, secas e maus-tratos, mas que naturalmente segue em frente e quem tem sensibilidade de ver e reconhecer sua importância,  contempla todas as formas de vida: terrestre e aquática; animal e vegetal que compõe o ecossistema do rio.

Trata-se de um trabalho inédito que ficará a disposição no site do Sindicato Rural de Tupanciretã, Jari e Quevedos para entidades ambientais, escolas e demais que queiram fazer uso deste material. Alguns trechos de relatos de participantes: Iolete Brum (Professora e Gestora Ambiental) No dia 08 de novembro de 2014, às 5h30min partimos para a Hidrelétrica Furnas do Segredo a cerca de 100 km de Tupanciretã, dando continuidade à expedição do Projeto Respira Tupã: “Um Olhar Sobre o Rio Jaguari”, em sua 6aedição. O Rio Jaguari banha o RS, com nascentes em Tupanciretã e foz no Rio Ibicuí.

O Projeto RespiraTupã juntamente com seus parceiros percorreu suas margens em seis etapas, totalizando aproximadamente 140 km, buscando dados e documentando cientificamente as amostras e relatos orientados por professores especialistas nesta área. Colhendo informações sobre a fauna e flora de toda essa área, com término na divisa do município de Jari com Jaguari, na Vila Barragem, 3º Distrito de Jaguari, onde se encontra a PCH Furnas do Segredo, administrada pela Jaguari/ energética. Na barragem Emilio Cesti, onde o rio estava com volume de água acima do normal e turvas devido as frequentes chuvas, que conforme relato dos moradores normalmente ele apresenta águas claras.

 Nos relatos das famílias entrevistadas dizem haver muitas espécies de peixes como: dourados, piabas, grumatãs, palometas e cascudos abaixo do barramento. Por apresentar boa calha a barragem dá condições de funcionamento da PCH Furnas do Segredo e gera energia limpa para a região. Embora ela colabore para o desenvolvimento, cria um imperativo para os peixes subirem o rio na época da Piracema, pela faltada escada ao lado da barragem. Vários moradores discorreram que na época da desova vêem os peixes saltando e que muitas vezes capturam e largam para o outro lado da barragem, mas ficam com receio de alguma denúncia de que estejam pescando em época proibida, embora ainda aconteça pesca predatória. Afirmam ser um paraíso o local, onde ainda se encontram muitas espécies de aves e animais silvestres nas redondezas.

Na usina foi instalado um grande painel fotovoltaico que acompanha o movimento aparente do sol, computadorizado, surgindo como mais uma fonte de energia alternativa, neste caso a energia solar. A eficiência energética é uma medida de sustentabilidade que visa economia e conservação dos recursos naturais. Os moradores, após as entrevistas, ganharam mudas de árvores nativas.

Fonte: Presidente do Projeto Respira Tupã Julieta Lopes e professora Iolete Brum

Fotos: Luis fonso Costa e Belquer Lopes